Autoestima

Pois ainda é Natal

782b8b40-eaca-42f1-b777-fe77bb9d5cb4Leia ao dom de What Child Is This

Quase oito horas da manhã e o café ainda está bem quente na minha mão. Uma noite pouco dormida – bem menos horas do que eu esperava – e tudo parece parado demais. Dia 26 parece uma data tão ‘morta’ quanto dia 01 de janeiro. Vai dizer que, se você trabalha, quando olha pra rua só enxerga aquele amontoado de graminhas que corre a rua com o vento – exatamente como naqueles filmes de faroeste – e isso indica parece um indicativo forte de que todo mundo está se recuperando da festa? Pra mim, parece.

Siga no Twitter
Instagram

Natal é um dos dias mais bonitos do ano. Todo mundo se abraça, troca presentes e demonstra, das mais diversas maneiras, o quanto o outro é importante. Isso é legal pra caramba, se for pra durar o resto do ano.

Ouvi uma vez, que o dia 26 é o que apresenta o maior índice de suicídios do ano. Isso me assusta, mas faz certo sentido. Ontem mesmo, depois de toda festa e tudo mais, me bateu uma bad louca por lembrar de algumas coisas que deram bem errado este ano. É normal que a gente se sinta mal quando lembra que nem tudo foi como a gente esperava e ver muita gente fazendo um esforço danado pra ’’montar um Natal feliz’’ que no dia seguinte se desmonta com as brigas, só ajuda a piorar.

Para todos aqueles que não tiveram um Natal muito bom, gostaria de dizer que você ainda vai viver muitos outros e eles serão bem melhores. Mas pra isso, para de pesar naquilo que você queria ter – um amigo que ta longe, um amor que se perdeu na noite anterior, qualquer coisa –, lembre-se que, apesar de uma noite mal dormida, no dia seguinte a gente encontra algo que vai nos alegrar e mostrar que a vida ainda vale a pena. Isso acontece direto comigo.

Estamos na semana mais reflexiva do ano, e se você for parar para pensar só nas coisas ruins que aconteceram – ou que não aconteceram – grandes chances tem de que, no próximo ano, as coisas só se repitam. Muita coisa vai ser igual no dia 25, 26 e tal, mas do ano passado pra cá muita coisa já mudou. Minha esperança não está em coisas impossíveis de alcançar, só preciso acreditar mais em mim. Acredite em você também. Para de achar que só porque deu errado este ano, ano que vem vai ser igual. Você vai sim conseguir aquele emprego maravilhoso. Você  vai sim encontrar o amor. O equilíbrio entre querer e não tornar algo uma obsessão é a chave pra tudo

Enquanto faço as primeiras preces do dia – correndo com um copo de café na mão para não me atrasar – começo a traçaras metas para o próximo ano. Diferente dos demais 365 dias que já foram – do verbo não voltam mais então para de se culpar -, onde ser rica, a mais bonita da classe e tal eram meus primeiros itens da lista, hoje eu só peço pra ouvir mais meu próprio coração e assim, ser melhor pra quem eu amo. Desejos de Natal se realizam, mesmo sendo dia 26. Se todo dia a gente pensar que pode mudar e fazer melhor, então a magia acontece.

Feliz Natal 🙂

-M.S.

Anúncios

Um comentário em “Pois ainda é Natal”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s