Depois que soltou minha mão

Leia ao som de Dancing On My Own É a quinta vez que essa música toca. Provavelmente é a sétima, mas eu só contei até cinco porque comecei a lembrar de um monte de coisas. Lembrei de ti. Lembrei de nós e aquela praça. Já fazia tempo que eu não lembrava da nossa história, veja bem, … Continuar lendo Depois que soltou minha mão

Anúncios

Aquilo que nunca foi nosso

Leia ao som de Back To Black ‘’Você é romântica demais. Eu não sou assim.’’ Enquanto ouço essa música maravilhosa, penso em você – mesmo que você não mereça uma trilha sonora tão boa como está, meu bem – e na última vez que nos vimos. As coisas sempre foram de um jeito único com … Continuar lendo Aquilo que nunca foi nosso

A gente acostuma

Leia ao som de Morada Dia desses, eu estava sem sono, e vasculhando os sites e blogs por ai – porque eu nem tenho uma pilha de livros comprados e não lidos – achei um texto que levava o titulo intimidador de ‘’eu não sou o amor da sua vida’’. Quando lemos crônicas em blogs fofinhos, a gente sempre … Continuar lendo A gente acostuma

O amor que inventei

  Mediante as profundezas do oceano dexei-me perder Acreditando em um amor que só eu conseguia ver.   Não tinha noção do quanto ele era fundo Mas por teimosia decidi me arriscar Engoli todos os medos que tinha E comecei a nadar.   Fui-se em direção ao desconhecido Um desconhecido que talvez pudesse me fazer … Continuar lendo O amor que inventei

Não ficou tudo igual

Um abraço ajuda? Minha base tremeu, mais do que com aquela notícia que eu havia recebido há alguns instantes atrás.Não soube o que responder, mas ele me envolveu em seus braços mesmo assim.Senti cada um dos cacos, o qual meu coração havia se tornado, unirem-se à força - a mesma força que causava dor ao … Continuar lendo Não ficou tudo igual

JÁ FUI TUA MORADA

Morri com cinco tiros no peito. A morte mais lenta e dolorosa da minha vida. A carne permanecia intacta, mas o coração definhava. A pólvora dos tiros ia percorrendo as paredes do que um dia foi tua morada. Tudo isso aconteceu enquanto eu te vi sair do café de mãos dadas com alguém que não … Continuar lendo JÁ FUI TUA MORADA

Não somos o centro do universo

Foto: Eduarda Roldo -Houve um ontem. Há um hoje e haverá, ainda que distante, um amanhã. -O quê? -Olhe para essas flores no canto da rua. Perceba como elas estão bonitas, mas no canto direito algumas que já não são tão belas assim. -O que tem isso? -Você não percebe, não é mesmo? Houve um tempo … Continuar lendo Não somos o centro do universo